Os 10 melhores livros infantis que li em 2018

Tempo de leitura: 5 minutos

Por Eduardo M. R. Lopes

Mais um ano vai chegando ao fim e está na hora de fazermos aquela tradicional listinha com os livros infantis que mais gostei de ler para a minha filha e que ela mais pediu para repetir em 2018.

Como nesta lista há livros que foram comprados tanto no Brasil como em Portugal, indicarei no título aonde ele foi comprado, pois pode ser que ele ainda não tenha sido lançado no outro país ou ainda pode ser que ele tenha um título diferente.

Vamos lá?

1- E.T. O Extraterrestre – de Steven Spielberg por Melissa Mathison e Kim Smith (Portugal)

No início do ano tinha mostrado o filme para a minha filha, que tinha 4 anos na época, e ela gostou, mas ficou meio assustada.

Ao saber do lançamento do livro, comprei-o imediatamente e ela deixou aquele medo de lado e passou a amar o E.T.

Também pudera, com esses desenhos maravilhosos, a linda estória de amizade entre o menino e o (ainda mais) simpático ser de outro planeta tem tudo para arrebatar também o coração dos mais pequenos.

2- A montanha de livros mais alta do mundo – Rocio Bonilla (Portugal)

Lucas queria voar e até pediu para a mãe para aprender a voar como presente de Natal.

Sua mãe lhe deu um livro e ele, então, aprendeu a voar.

Um livro maravilhoso e lindo sobre a paixão pelos livros, que aliás é do mesmo autor do também lindo “De que cor é um beijinho?”.

3- O monstro das cores – Anna Lennas (Portugal)

Um livro maravilhoso que, através das cores, vai explicando às crianças as emoções como alegria, tristeza, raiva, medo e calma.

É uma espécie de “Divertidamente” para os mais pequenos, com um texto primoroso e desenhos adoráveis.

Impossível não gostar desse monstro, né?

4- A menina que queria salvar os livros – Klaus Hagerup e Lisa Aisato (Portugal)

Os livros que ninguém lê na biblioteca são destruídos para dar espaço para novos livros.

E aí a pequena Anna teve uma ideia: levar o máximo de livros que pudesse para ler em casa e assim eles seriam salvos!

Uma estória magistral e envolvente, que nos faz lembrar do clássico “A sombra do vento” do Zafón por conta do ar de mistério do autor do livro que ninguém conhece e do amor infinito pelos livros.

Enfim, um novo clássico.

5- Foi o pai que me disse – Astrid Desbordes e Pauline Martin (Portugal)

É um livro encantador e com belos diálogos, mostrando a construção de uma relação baseada na confiança que é estabelecida entre o pai e o filho através de respostas certeiras às perguntas curiosas feitas pelo pequeno Gonçalo.

Sim, foi o pai que disse, mas também poderia ter sido a mãe. 😉

6- Flávia e o bolo de chocolate – Míriam Leitão (Brasil)

Minha filha ganhou este livro de presente de aniversário, sendo o segundo livro da autora que lemos e adoramos!

Ele conta a estória da menina Flávia, que foi adotada, e por ter a cor diferente da mãe resolveu que não queria mais nada que fosse da sua cor – marrom.

Sua mãe, então,  começou a lhe mostrar o tanto de coisas dessa cor que ela estava abrindo mão (bolo de chocolate, inclusive), e assim a faz mudar de ideia.

É um livro lindo sobre as diferenças e a beleza que há nisto tudo.

7- A rainha das cores- Jutta Bauer (Portugal)

Outro livro que fala das cores e das emoções, mas de uma forma diferente do “Monstro das cores”.

Aqui a Rainha vai pintando o mundo de acordo com as suas emoções, misturando poesia e cores com desenhos espetaculares de tão intensos.

Um colírio para a vista – literalmente!

8- O carteiro chegou – Janet & Allan Ahlberg (Brasil)

Um dos mais lidos para a minha filha, neste incrível livro alguns personagens clássicos das estórias infantis enviam cartas uns para os outros.

Em cada página há um versinho e a carta personalizada “de verdade”, que vem dentro de um envelope.

É sensacional!

9- Onde vivem os monstros – Maurice Sendak (Brasil)

Aquele livrinho clássico sobre a busca da liberdade versus a autoridade dos pais que encanta o mundo há décadas, mas que só agora resolvi mostrar para a minha filha de 5 anos – e ela curtiu e entendeu!

Para quem não conhece a estória, o menino Max faz uma malcriação e termina de castigo no quarto sem o jantar.

Lá ele se “transporta” para uma ilha onde vivem os monstros e aí, sem ninguém para ditar as regras, ele começa a mandar e desmandar até que fica com saudades de casa.

Antológico.

10- Histórias de adormecer para raparigas rebeldes (Portugal)

É recomendado para meninas maiores, mas como a minha filha esse ano viu tantas vezes o excelente “Quem foi?” (disponível no Netflix e altamente recomendado), achei que era a hora.

E foi.

O livro mostra um perfil resumido em uma página com uma foto bem colorida de cada uma das 100 mulheres que fizerem feitos importantes na história da humanidade.

Confesso que algumas coisas (relacionadas à ciências, por exemplo) foram bem difíceis de explicar e ela assimilar, mas no geral o saldo foi bem positivo e ela curtiu bastante.

——————————————-

Obs. Na semana que vem postarei os 10 melhores livros para os pais que li em 2018!

——————————————-

E aí, gostou desta listinha? Quer compartilhar a sua comigo? Fique à vontade para comentar! 😉

Gostou?

Insira seu e-mail abaixo para receber gratuitamente novos artigos!>

3 Comentários


  1. Muito bom!! Essa listinha pra vc não deve ser fácil pela quantidade de livros lidos,Rsrs
    Os livros estão em ordem de preferência/ avaliação ou aleatória?
    Bjs

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.