Você é um influencer para o seu filho?

Tempo de leitura: 4 minutos

Os influencers estão dominando a audiência no mundo digital, mas há pais que já perderam a audiência dos filhos também no mundo real.

Por Eduardo M. R. Lopes

Mais um aniversário, mais uma roda de pais e, lá pelas tantas, a conversa girava em torno do que seria a medida do sucesso para justificar o desequilíbrio entre o trabalho e a família.

Como estava no tradicional modo “um olho no padre e outro na missa”, pois prestava atenção na conversa enquanto observava minha filha brincando com as outras crianças, arrisquei uma resposta sem nunca antes ter pensado sobre ela:

– Acho que a medida do sucesso é como a minha filha me descreve quando está conversando com as amiguinhas.

Subitamente fez-se um silêncio e, quem estava com um copo na mão, imediatamente levou-o à boca para beber o que lá tivesse enquanto digeria a minha resposta – inclusive eu.

Lembrei do Piangers e resolvi continuar para quebrar o clima.

– Tem um vídeo do Piangers que gosto do muito, o do “Pai da Gabriela“, em que a menina descreve o pai dela como o maior super herói do mundo quando ele, na verdade, é aparentemente um sujeito comum. Vocês viram? Acho que é por aí.

Sorrisos apareceram e logo começou a brincadeira do “pergunta lá para minha filha e me conta aí”, e não se falou mais no assunto.

Mas eu vou falar mais um pouquinho aqui porque acho isso importante.

Acho que o grande X dessa questão está relacionado ao fato de estarmos presentes de verdade e passarmos um tempo com qualidade junto com os nossos filhos, que já explorei de uma forma mais detalhada no artigo O círculo virtuoso e o círculo vicioso da paternidade.

Afinal, quanto mais eles vão crescendo, mais a atenção deles começará a ser compartilhada tanto com outras crianças como também com outros adultos – seja na escola, nos cursos, nas atividades esportivas, como também nas redes sociais, nos canais do Youtube e sabe-se lá no que mais for inventado nos próximos dez anos.

E aí, se a base de relacionamento com os filhos for frágil, não será surpresa se a atenção destes se voltarem integralmente para essas dezenas de “influencers” – os influenciadores da era digital, mas não apenas presentes no mundo digital.

Eles estão por todos os lados e ocuparão a lacuna deixada pelos pais tanto no mundo digital quanto no mundo real, passando a ditar as regras que, em geral, não condizem com a expectativa que a família tinha sobre os valores e a boa educação.

Os conflitos, então, começarão a se acentuar, a casa já terá deixado de ser um lar aprazível para se transformar num campo de batalha (no sentido figurado) e, quando os filhos chegarem na sempre problemática adolescência, a família estará vivendo num cenário de próximo de um filme de terror.

Os pais passarão a chorar em silêncio antes de dormir – quando conseguirem dormir – e ficarão se perguntando “mas onde foi que erramos?”.

Esta resposta, obviamente, não será simples, pois estará ligada sempre a um conjunto de diversos fatores.

Entretanto, uma pista virá daquele momento lá atrás em que pararam de dar atenção a eles; daquele momento em que pararam de ter empatia, em que pararam de estarem presentes e em que deixaram de passar tempos de qualidade juntos.

E uma outra pista virá daquele momento em que começaram a satisfazer todas as vontades dos filhos, pois terá sido aí que começaram a perder o respeito e deixaram de ser os principais influencers para se transformarem nos bobos da corte dessa história.

Só que essa história é a história da nossa vida e ninguém em sã consciência vai querer um final infeliz, né?

Então, arregace as mangas, mostre para os seus filhos o amor que você tem de verdade, participando ativamente do que quer que seja, durante o tempo que tiver disponível junto deles.

Peque pela ação e não pela omissão, sendo o exemplo com atitudes concretas e não com palavras bonitas soltas ao vento.

E, assim, mude o rumo dessa história, saindo do círculo vicioso e entrando no círculo virtuoso da paternidade, sendo o principal influencer nos mundos online e offline dos seus filhos para construir uma vida mais feliz em família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.